Últimas notícias de economia, política, carros, emprego, educação, ciência, saúde, cultura do Brasil e do mundo. Vídeos dos telejornais da TV Globo e da GloboNews.
Festival de Inverno Bahia 2019
Evento acontece no Parque Teopompo de Almeida, em Vitória da Conquista, sudoeste do estado, de sexta (23) a domingo (25). Festival de Inverno Bahia 2019 Evento acontece no Parque Teopompo de Almeida, em Vitória da Conquista, sudoeste do estado, de sexta (23) a domingo (25). Festival de Inverno começa nesta sexta-feira com Frejat, Dilsinho e Marília Mendonça. Festa acontece no Parque Teopompo de Almeida, em Vitória da Conquista
Sat, 24 Aug 2019 04:58:50 -0000
Ex-policial e PM são condenados a mais de 80 anos de prisão por série de assassinatos em Mogi

Fernando Cardoso Prado de Oliveira e Vanderlei Messias de Barros foram condenados por seis mortes, três tentativas de homicídio e associação criminosa. Fernando Cardoso foi condenado a mais de 132 anos de prisão. Reprodução/TV Diário Depois de dois dias de julgamento, o ex-PM Fernando Cardoso Prado de Oliveira e o policial militar Vanderlei Messias de Barros foram condenados na madrugada deste sábado (24) pela primeira vez em inquéritos relacionados à série de ataques a tiros que terminaram em 26 mortos em Mogi das Cruzes. Cardoso foi condenado a 132 anos e 5 meses de prisão por 6 homicídios dolosos (quando há intenção de matar), três tentativas de homicídio e associação criminosa. O ex-PM voltou para a penitenciária de Tremembé. Já Messias foi condenado a 85 anos e 9 meses de reclusão por 3 homicídios e 2 tentativas de homicídio. O policial militar continua em prisão domiciliar, por conta de um problema de saúde adquirido depois de uma tentativa de suicídio dentro do presídio Romão Gomes. Ainda de acordo com a sentença, ele perdeu o cargo público por conta das práticas criminosas. Os advogados de defesa vão entrar com pedido de recuso. "Respeitamos a decisão do conselho de sentença, mas não concordamos e vamos entrar com os recursos cabíveis", disse Nilton Vivan Nunes, advogado de defesa. Este é o terceiro júri da série de assassinatos. Os dois anteriores terminaram em absolvição. José Floriano Lisboa Filho, promotor de justiça, comemorou o resultado. "Ficamos satisfeitos que os jurados acolheram integralmente a denúncia". Segundo o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, desta vez Cardoso foi a júri pelo assassinato de Reverson Otoni Gonçalves, morto em 4 de abril de 2014, de Renato José Nogueira Neto e Rafael Simão de Oliveira Sarchi, assassinados no dia 26 do mesmo mês. São julgadas ainda as mortes de Marcus Vinicius dos Santos, Matheus Justino Rodrigues Costa e Thiago Nogueira Novaes e as tentativas de homicídio contra Leonardo Teixeira da Silva e Gabriel Graça Batista, todos eles na rua Professor Gumercindo Coelho, no dia 8 de julho de 2015. Tanto Fernando Cardoso quanto Vanderlei Messias são acusados nestes casos. Júri O juri durou dois dias. Ao todo, 20 testemunhas foram ouvidas, os dois réus, o promotor e os advogados de defesa. O júri do primeiro dia começou às 11h37, desta quinta-feira (22), e encerrou às 20h15. Mães acompanham júri de acusados de ataque em Mogi das Cruzes Cassio Andrade/TV Diário Nesta sexta-feira, segundo dia, houve o debate entre promotoria e defesa. Cada um teve 2h30 de explanação. Em seguida houve a réplica e tréplica, com duas horas cada um. A promotoria falou por 2h30, durante a manhã, e apresentou provas sobre o confronto balístico de algumas vítimas que batem com o da arma 380 particular do policial Fernando Cardoso. À tarde foi a vez da defesa dos réus de falar. Eles alegam que o lacre da arma foi violado, e que o primeiro confronto balístico deu negativo. Depois disso, a promotoria voltou a falar por mais duas horas e defendeu que laudo confronto balísticos foi feito por Instituto de criminalista de São Paulo, e ressaltou que depois que os policiais foram presos, os ataques cessaram, além de usar a expulsão de Cardoso da PM como reafirmação da autoria dele nos crimes. Na treplica, os advogados voltaram a reafirmar que o laudo é fraudulento, e criticaram as investigações, alegando que outras linhas de apuração não foram tomadas. A sentença foi lida pelo juiz Paulo Fernando de Mello já na madrugada de sábado (24). Andamento Segundo a Secretaria de Estado de Segurança Pública, entre 2013 e 2015 foram registradas 10 ataques a tiros em Mogi, que renderam 12 inquéritos policiais. Sete deles foram finalizados, sendo que Cardoso aparece como indiciado em todos eles, enquanto Vanderlei apenas em dois. O primeiro júri foi em 30 de outubro de 2018. Cardoso era acusado pela morte do jovem Matheus Aparecido da Silva e pela tentativa de homicídio de Rodrigo Matos de Camargo de Souza Lima, mas terminou absolvido. Ele está preso desde o final de 2016. Em fevereiro do ano passado, o Diário Oficial do Estado de São Paulo publicou a demissão de Cardoso da PM, "pelo bem do serviço público". Em fevereiro deste ano, Cardoso e Messias foram ao bancos dos réus pelo assassinato de Rafael Augusto Vieira Muniz e Bruno Fiusa Gorrera, mortos em 24 de setembro de 2014, no Jardim Camila. O julgamento durou dois dias e terminou, por quatro votos a três, com a absolvição dos dois. Ligação entre casos A Polícia Civil admitiu apenas em 15 de julho de 2015 que havia ligação entre os assassinatos em Mogi das Cruzes. O então delegado seccional de Mogi das Cruzes, Marcos Batalha, disse ao G1 à época que as munições usadas pelos atiradores, além dos veículos e o modo de execução, foram os mesmos. A declaração aconteceu após as mães das vítimas se juntarem em manifestações e fundarem o grupo Mães Mogianas. Antes disso, os casos eram tratados como decorrentes de desentendimentos entre traficantes. Segundo as investigações, a motivação para os crimes foi a morte do PM Luiz Antonio da Silva, de 47 anos, no final de 2012, que trabalhava na 2ª Cia do 17° Batalhão em Mogi das Cruzes. O suspeito do crime, Jackson Benedito de Santana, foi preso só em 2018. Na época da prisão, o delegado Argentino Coqueiro, titular no 1º DP de Mogi das Cruzes, disse que a motivação do crime foi vingança. “A sobrinha do policial militar, conhecido como Cabo Toninho, namorava um rapaz chamado Caíque que teria engravidado a sobrinha do PM. Houve um desentendimento por esse fato e o policial matou Caíque. E aí originou uma vingança por parte da família do Caíque”, detalhou. Para o Ministério Público, Fernando Cardoso Prado de Oliveira, Manoel Messias "e outros indivíduos não identificados, associaram de maneira armada para cometerem crimes de homicídio".
Sat, 24 Aug 2019 04:52:29 -0000
Barretos 2019: Amigos; FOTOS

Chitãozinho & Xororó, Zezé di Camargo & Luciano e Leonardo levaram o público ao delírio na Arena do Parque do Peão, na madrugada desta sábado (24). "Amigos" se apresentaram pela primeira vez depois de 20 anos em Barretos 2019 Ricardo Nasi Show "Amigos" lotou a Arena do Parque do Peão em Barretos 2019 Ricardo Nasi Show "Amigos - A História Continua" foi realizado na madrugada deste sábado (24) em Barretos 2019 Ricardo Nasi Leonardo, no show Amigos, no Parque do Peão em Barretos 2019 Ricardo Nasi Xororó, no show Amigos, em Barretos 2019 Ricardo Nasi Luciano, no show Amigos, em Barretos 2019 Ricardo Nasi Zezé di Camargo, no show Amigos, em Barretos 2019 Ricardo Nasi Zezé di Camargo, no show Amigos, interpretou "Flores em Vida" em Barretos 2019 Ricardo Nasi Luciano, no show Amigos, agradeceu carinho do público da Arena do Parque do Peão em Barretos 2019 Ricardo Nasi Zezé di Camargo e Leonardo no show Amigos em Barretos 2019 Ricardo Nasi Chitãozinho e Zezé di Camargo se emocionaram durante o show Amigos em Barretos 2019 Ricardo Nasi Luciano, no show Amigos, cantou a música "Pra Mudar Minha Vida" em Barretos 2019 Ricardo Nasi Leonardo e Luciano cantaram juntos durante o show Amigos em Barretos 2019 Ricardo Nasi Chitãozinho e Zezé di Camargo cantaram juntos durante o show Amigos em Barretos 2019 Ricardo Nasi Luciano e Xororó cantaram juntos no show Amigos em Barretos 2019 Ricardo Nasi Chitãozinho, Zezé di Camargo e Leonardo durante o show Amigos em Barretos 2019 Ricardo Nasi Leonardo e Luciano levantaram a galera da Arena do Parque do Peão em Barretos 2019 Ricardo Nasi No palco Arena de Barretos 2019, Leonardo embala público ao som de ‘Pensa em mim’ em show Amigos Érico Andrade / G1 Luciano, da dupla com Zezé Di Camargo, canta em show Amigos em Barretos 2019 Érico Andrade / G1 Leonardo canta no palco Arena em show Amigos em Barretos 2019 Érico Andrade / G1 Xororó, da dupla com Chitãozinho, canta no palco Arena em show Amigos em Barretos 2019 Érico Andrade / G1 Zezé Di Camargo, da dupla com Luciano, canta no palco Arena em show Amigos em Barretos 2019 Érico Andrade / G1 Chitãozinho, da dupla com Xororó, canta no palco Arena em show Amigos em Barretos 2019 Érico Andrade / G1 Chitãozinho & Xororó cantam ‘Galopeira’ no show Amigos de Barretos 2019 Érico Andrade / G1 No palco Arena de Barretos 2019, Leonardo embala público ao som de ‘Pensa em mim’ em show Amigos Érico Andrade / G1 No palco Arena de Barretos 2019, Leonardo embala público ao som de ‘Pensa em mim’ em show Amigos Érico Andrade / G1 Chitãozinho & Xororó cantam ‘Nuvem de Lágrimas’ no show Amigos de Barretos 2019 Érico Andrade / G1 Luciano, da dupla com Zezé Di Camargo, canta em show Amigos em Barretos 2019 Érico Andrade / G1 Leonardo e Luciano, da dupla com Zezé Di Camargo, cantam juntos em show Amigos em Barretos 2019 Érico Andrade / G1 Em Barretos 2019, público lotou arena para assistir ao show histórico da turnê Amigos 20 anos Érico Andrade / G1 Em Barretos 2019, público canta em coro a música ‘Não olhe assim’, de Leandro & Leonardo em show Amigos Érico Andrade / G1 Em show Amigos, Leonardo e Luciano, da dupla com Zezé Di Camargo, cantam juntos em Barretos 2019 Érico Andrade / G1 Leonardo e Luciano, da dupla com Zezé Di Camargo, emocionam público do show Amigos em Barretos 2019 Érico Andrade / G1 Em Barretos 2019, Leonardo canta 'Desculpe, mas eu vou chorar' em show Amigos Érico Andrade / G1
Sat, 24 Aug 2019 04:34:03 -0000
Peões disputam prêmio de R$ 265 mil na 27ª edição do Barretos International Rodeo

Ao todo, 46 peões montaram nesta sexta-feira (23), segunda noite da competição. Malaquias de Souza Castro venceu o touro Califórnia e recebeu a maior nota da noite: 90,75 Peões se preparam para segunda noite da 27ª edição do Barretos Rodeo International em Barretos 2019 Érico Andrade Quarenta e seis peões disputaram as provas eliminatórias da 27ª edição do Barretos International Rodeo, nesta sexta-feira (23). A competição teve início nesta quinta-feira (22) e os competidores disputam uma camionete no valor de R$ 265 mil. A grande final será no domingo (25), último dia da Festa do Peão de Barretos (SP). FOTOS: RODEIO INTERNACIONAL DE BARRETOS Peões de oito estados do Brasil, canadenses e norte americanos marcaram presença na disputa. A maior nota da noite foi para Itápolis (SP). O atleta Malaquias de Souza Castro venceu o touro Califórnia e recebeu 90,75 pontos. Do total de montarias, quase a metade não pontuou nesta sexta-feira. Os 22 peões não conseguiram se manter em cima do touro pelos oito segundos, portanto não somaram pontos. Paulo Eduardo Rosseto montou o touro Zero Um e obteve a nota 77.25 na 27ª edição do Barretos International Rodeo em Barretos 2019 Érico Andrade O atleta Lucas Eduardo da Costa, de Inocência (MS), foi desclassificado no “clock”, ou seja, no tempo adicional de 30 segundos dentro do brete. Ele não cumpriu o prazo e foi automaticamente desclassificado. As montarias em touro pelo rodeio internacional serão retomadas neste sábado (24), na Arena do Parque do Peão. Na programação de shows, Mano Walter, Jorge & Matheus, Bruno & Marrone e do Rei da Arena, Gusttavo Lima se apresentam no palco principal. Os ingressos estão à venda pela internet . Pablo Rodrigues Gomes montou o touro Horror e obteve a nota 86.50 na 27ª edição do Barretos International Rodeo em Barretos 2019 Érico Andrade Leia mais notícias da Festa do Peão de Barretos 2019
Sat, 24 Aug 2019 04:17:38 -0000
Barretos 2019: segunda noite de montaria da 27ª edição do Barretos Intertional Rodeo

Ao todo, 46 peões estão brigando pelo prêmio de R$ 265 mil. Malaquias de Souza Castro recebeu a maior nota da noite: 90.75. Montaria em Cutiano também foi destaque na noite. Peões se preparam para segunda noite da 27ª edição do Barretos Rodeo International em Barretos 2019 Érico Andrade Paulo Eduardo Rosseto montou o touro Zero Um e obteve a nota 77.25 na 27ª edição do Barretos International Rodeo em Barretos 2019 Érico Andrade Pablo Rodrigues Gomes montou o touro Horror e obteve a nota 86.50 na 27ª edição do Barretos International Rodeo em Barretos 2019 Érico Andrade Cristian Aléx Silvério montou o touro Gato Mestre, e não venceu a disputa em Barretos 2019 Érico Andrade Fábio Braz montou o touro Malaco e obteve a nota 88.25 na 27ª edição do Barretos International Rodeo em Barretos 2019 Érico Andrade Natanael Henrique Biribili montou o touro Major e obteve a nota 87.50 na 27ª edição do Barretos International Rodeo em Barretos 2019 Érico Andrade Rafael Marcelino Montana montou o touro Príncipe e obteve a nota 87.25 na 27ª edição do Barretos International Rodeo em Barretos 2019 Érico Andrade Vitor Crespo Nogueira montou o touro Nove Nove, mas não venceu o animal em Barretos 2019 Érico Andrade Cole Wesley Young, do Canadá, montou o touro Urutú, mas não venceu o animal na 27ª edição do Barretos International Rodeo em Barretos 2019 Érico Andrade Robson Aragão montou o touro Bem Bolado e obteve a nota 82.25 na 27ª edição do Barretos International Rodeo em Barretos 2019 Érico Andrade Marcos Antônio Glória montou o touro Boca Louca na 27ª edição do Barretos International Rodeo em Barretos 2019 Érico Andrade Marco Antônio da Silva montou o cavalo Titanic e obteve a nota 87.75 na 27ª edição do Barretos International Rodeo em Barretos 2019 Érico Andrade Antônio Custódio de Almeida montou o cavalo Receio e obteve a nota 86.25 na 27ª edição do Barretos International Rodeo em Barretos 2019 Érico Andrade Jonas Soares de Souza montou o cavalo Barreira e obteve a nota 88.50 na 27ª edição do Barretos International Rodeo em Barretos 2019 Érico Andrade Elexsandro Carrasco montou o cavalo Imperatriz e obteve a nota 85.75 na 27ª edição do Barretos International Rodeo em Barretos 2019 Érico Andrade José Leal da Silva Neto montou o cavalo Chacal e obteve a nota 84 na 27ª edição do Barretos International Rodeo em Barretos 2019 Érico Andrade José Bento da Rocha montou o cavalo Máfia na 27ª edição do Barretos International Rodeo em Barretos 2019 Érico Andrade
Sat, 24 Aug 2019 03:45:08 -0000
Estreia de Dilsinho no Festival de Inverno é marcada por sucessos na 'boca do povo': 'Feliz demais '

Artista foi a segunda atração do primeiro dia do FIB, nesta sexta-feira (23). Antes dele, público curtiu show de Frejat. Confira os melhores momentos do show de Dilsinho no Festival de Inverno A estreia do cantor Dilsinho no Festival de Inverno Bahia (FIB) foi marcada por músicas na 'boca do povo' durante toda a apresentação. Ele foi a segunda atração do primeiro dia da festa, que começou nesta sexta-feira (23). FOTOS: Veja imagens do primeiro dia do Festival de Inverno Bahia TEMPO REAL: Acompanhe tudo o que rola no FIB 2019 Antes de iniciar o show, o cantor falou ao G1 sobre a importância de se redescobrir. “Acho que o mais importante é que os meus sonhos continuam vivos. Depois de muito tempo, fazendo uma mesma coisa, a gente tem que se descobrir a cada vez que vai fazer aquilo”, contou. O show previsto para 22h35 foi iniciado com quase 20 minutos de atraso. Vestido com calça preta, camiseta, um casaco, além de uma touca, o artista escolheu as canções “Me Belisca”, que faz parte do novo álbum, Terra do Nunca, e “Refém”, uma das músicas de maior sucesso. “Muito boa noite Vitória da Conquista. A gente está feliz demais de estar no Festival de Inverno. E para esse show acontecer, preciso de vocês batendo na palma da mão. Eu quero Vitória da Conquista para o resto da minha vida”, disse. Dilsinho no FIB 2019 Laécio Lacerda/Divulgação Em seguida, embalou o público com “Cansei de Farra”, “Pouco a Pouco” e, com “Santo Forte”, fez a galera tirar o pé do chão, com as batidas eletrônicas presentes na canção. Antes de interpretar Ioiô, porém, mostrou um depoimento de Ivete Sangalo, artista que divide os vocais na canção, e que se apresenta no segundo dia da festa. Na sequência, continuou com “Pequenique” e fez o público soltar a voz em um coro emocionante com “Já que você não me quer mais”. Depois disso, se declarou mais uma vez. “Esse é o nosso primeiro ano no FIB. Que noite abençoada. Muito obrigado pelo carinho de todos. Estamos muito felizes em estar no Festival de Inverno”, afirmou. Já que o assunto é pagode, Dilsinho contou com a ajuda dos backing vocals da banda para relembrar três grandes sucessos do gênero. Primeiro, “É tarde demais”, de Raça Negra, em seguida, “Depois do Prazer”, de Só para Contrariar, e finalizou o flash back “Tô te filmando”, dos Travessos. Dilsinho no FIB 2019 Laécio Lacerda/Divulgação Durante a apresentação, o artista homenageou Frejat, que se apresentou antes dele, e Marília Mendonça, artista que vai encerrar o primeiro dia do FIB. “Daqui a pouco tem show da rainha Marília Mendonça. Eu sou muito fã da Marília. Eu fiquei assistindo um pouco do show do Frejat. Eu nunca imaginei que fosse subir no mesmo palco que Frejat e Marília. Isso é tudo graças a vocês". Ao interpretar “Péssimo Negócio”, um dos maiores sucessos da carreira, o cantor se mostrou surpreso com a participação do público. “Vocês estão cantando tudo, gente. Eu me surpreendi com vocês. Assim todo ano eu tenho que estar no Festival de Inverno Bahia”, disse o cantor. E, sem ensaio, o público voltou a surpreender o cantor. Um coro imenso foi formado no refrão de “12 Horas”, outro grande sucesso dele. Já no final da apresentação, Dilsinho chamou duas pessoas que acompanhavam o show para dançar junto com a banda, no palco. Nesse momento, deixou a pegada romântica de lado e apostou em um pout-pourri de funk. À 0h, o cantor começou a se despedir da festa ao interpretar o remix de “Refém”. E, quando o público pensou que o show tinha acabado, Dilsinho voltou ao palco para tocar o que chamou de “saideira”. Em seguida disse: “Tchau, Vitória da Conquista. FIB, até a próxima. Valeu!” Veja mais notícias do estado no G1 Bahia. Dilsinho no FIB 2019 Laécio Lacerda/Divulgação Dilsinho no FIB 2019 Laécio Lacerda/Divulgação Dilsinho no FIB 2019 Laécio Lacerda/Divulgação
Sat, 24 Aug 2019 03:33:21 -0000
Jiboias são encontradas carbonizadas durante incêndio em mata no interior do Ceará

Além das jiboias, outros répteis foram queimados pelo fogo em uma vegetação na localidade de Ema. Cobras foram localizadas por bombeiros de Limoeiros do Norte, que combatem as chamas na região. Marceliano Nascimento/ Arquivo pessoal Duas jiboias foram encontradas carbonizadas durante um incêndio em uma mata na cidade de Iracema, interior do Ceará, na tarde desta sexta-feira (23). As cobras foram localizadas por uma guarnição da 2ª Companhia de Bombeiros Militar de Limoeiro do Norte, que atuou no combate as chamas no local. A ação foi comandada pelo segundo tenente Pinheiro e composta pelo sargento Marceliano e os soldados Cristiano e Ferreira, De acordo com o sargento Marceliano, os bombeiros foram acionados para apagar o fogo em uma vegetação na localidade de Ema. Testemunhas repassaram para os agentes que o incêndio teve início por volta do meio-dia. Além das jiboias, outros répteis foram queimados pelo fogo que atinge a região. Conforme o sargento, apesar do combate feito pela composição, grande parte da vegetação ainda está incendiando e os bombeiros continuarão os trabalhos neste sábado (24) para evitar que outros animais sejam atingidos. Bombeiros tentam combater fogo que atingiu área grande de vegetação na cidade de Iracema. Marceliano Nascimento/ Arquivo pessoal
Sat, 24 Aug 2019 03:32:47 -0000
Justiça declara falência do Grupo Expoente por dívida de R$ 163 milhões

Decisão é da juíza Luciane Pereira Ramos, da 2ª Vara de Falências e Recuperação Judicial de Curitiba; segundo grupo, transição não afetará o dia a dia dos alunos. Justiça declara falência do Grupo Expoente por dívida de R$ 163 milhões Divulgação/Colégio Expoente Água Verde A Justiça declarou a falência do Grupo Expoente por causa de uma dívida estimada em R$ 162,7 milhões. A decisão da juíza Luciane Pereira Ramos, da 2ª Vara de Falências e Recuperação Judicial de Curitiba, é de quinta-feira (22). De acordo com a decisão, o Grupo Expoente atende mais de 36 mil alunos no Brasil, considerando a rede própria e a rede conveniada. "Conclui pela inviabilidade do prosseguimento das atividades desenvolvidas pelo grupo, ante a impossibilidade de dar cumprimento ao plano de recuperação judicial", diz a decisão. Para não prejudicar a comunidade escolar, a juíza permitiu o funcionamento das unidades escolares no Boa Vista e Água Verde até o final deste ano letivo. "Ainda que estes números não fossem tão expressivos, devemos considerar que o encerramento abrupto das atividades do Grupo Expoente, em meio ao ano letivo, causaria aos alunos e suas famílias danos impossíveis de mensurar", segundo a decisão. Conforme a juíza, foi constatado que, apesar de duas das empresas do grupo estarem em processo de recuperação judicial, o patrimônio delas se confundem com o patrimônio da Sociedade Educacional Expoente. "Ou seja, ocorrendo a falência de uma das empresas, não há como o restante do grupo prosseguir com as suas atividades". O G1 tenta contato com o Grupo Expoente. Venda imediata Ainda de acordo com a decisão, para preservar os interesses dos credores e possibilitar a satisfação dos créditos, a venda deve ser viabilizada imediatamente. O motivo, segundo a juíza, é que a disponibilização da venda das unidades produtivas, durante o seu funcionamento provisório, pode atrair investidores com intenção de dar continuidade ao objeto social da empresa. "A compra imediata de toda a unidade poderia ensejar a continuidade das matrículas e na preservação dos postos de trabalho, além de propiciar maior arrecadação". Portanto, até a publicação desta reportagem, o grupo não informou quem poderão ser os novos donos. Rotina dos alunos Conforme uma carta enviada aos pais, no início desta semana, a transição não afetará o dia a dia dos alunos, visto que os professores, diretores, coordenadores e funcionários serão os mesmos. "Depois de esgotadas todas as alternativas possíveis e imagináveis, que nos foram colocadas e analisadas, quer pela nossa experiência de vida e depois de consultados diversos profissionais de mercado, os atuais sócios estão abrindo mão da gestão dos negócios do Grupo Expoente", conforme a carta. Além disso, segundo a carta, o cronograma elaborado não irá interferir no andamento das atividades escolares. Já o cronograma de rematrículas será readequado, por decisão e estratégia do novo gestor. A mudança também não irá prejudicar o ano letivo seguinte e a qualidade da equipe, conforme a carta. "Todos os colaboradores, clientes e fornecedores que estão conosco há alguns anos têm acompanhado a nossa obstinada luta pela busca de melhores resultados, quer financeiros bem como de imagem e conceito de mercado. Foram anos de muito trabalho, desgastantes, mas também com muitas vitórias, alegrias e experiências que cada um de nós leva pela vida que segue", diz trecho da carta. Veja mais notícias do estado no G1 Paraná.
Sat, 24 Aug 2019 03:07:01 -0000
Amazônia, Rússia, economia global; veja o que será discutido no G7, que começa neste sábado, na França

Cúpula reúne líderes de sete potências econômicas em Biarritz, na França, até segunda-feira. Macron, Merkel, Trudeau e Boris Johnson já anunciaram que pretendem falar sobre situação ambiental no Brasil. Os rostos dos líderes participantes do G7, reproduzidos na areia pelo artista Sam Dougados, são vistos em praia de Biarritz, na sexta-feira (23) Reuters/Regis Duvignau As queimadas na Amazônia, a Rússia e a economia global devem ser alguns dos temas a serem debatidos no G7, cúpula de potências econômicas que começa neste sábado (23) e vai até a próxima segunda-feira em Biarritz, na França. Na quinta-feira, o presidente francês Emmanuel Macron convocou os países participantes a discutirem com "urgência" os incêndios na região amazônica, que afirmou serem uma "crise internacional", o que desatou uma série de reações de líderes mundiais, além de réplicas de Jair Bolsonaro. Participam das reuniões os mandatários de sete grandes economias democráticas mundiais: Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido, além do presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk. Este ano, o evento tem como convidados o presidente de Ruanda e os primeiros-ministros da Espanha, Austrália e Índia. Veja abaixo assuntos que estão em pauta na cúpula: Queimadas na Amazônia Depois da convocação de Macron, a primeira-ministra alemã, Angela Merkel, também se manifestou sobre as queimadas na Amazônia, através de seu porta-voz, Steffen Seibert: “A magnitude dos incêndios é preocupante e ameaça não só o Brasil e os outros países afetados, mas também o mundo inteiro”. Os primeiros-ministros do Canadá, Justin Trudeau, e do Reino Unido, Boris Johnson, já haviam concordado com Macron em discutir os incêndios no Brasil durante o G7. O presidente francês, Emmanuel Macron, fala sobre meio ambiente e igualdade social a empresários na véspera da abertura do G7, em Paris, na sexta-feira (23) Michel Spingler/Pool via Reuters De acordo com o gabinete de Johnson, ele vai dizer no encontro de cúpula do G7 que é preciso renovar o foco na proteção da natureza. "O primeiro-ministro está gravemente preocupado pela alta da quantidade de incêndios na floresta amazônica e o impacto de trágicas perdas nesse habitat", disse um porta-voz do premiê britânico. Já Trudeau usou o Twitter para responder à mensagem de Macron. "Eu não poderia concordar mais, Emmanuel Macron. Nós trabalhamos muito para proteger o ambiente no G7 no ano passado em Charlevoix, e precisamos que isso continue neste fim de semana. Precisamos agir pela Amazônia e agir pelo nosso planeta — nossos filhos e netos contam conosco", escreveu. Por causa da Amazônia, a França declarou na sexta que se opõe ao acordo comercial entre a União Europeia e o Mercosul. Já os EUA expressaram preocupação com a situação na floresta e seu presidente, Donald Trump, disse que ofereceu ajuda a Bolsonaro para combater as queimadas. Rússia Uma possível volta da Rússia ao G7 foi sugerida por Trump, e o tema também deverá ser debatido, embora uma votação não esteja em pauta. O país foi suspenso do então G8 em 2014, após a anexação da Crimeia, e para seu retorno seria necessária a aprovação unânime dos demais membros. Mas, na quinta-feira, a chanceler canadense, Chrystia Freeland, disse que seu país rejeita esse regresso até que Moscou libere os territórios anexados no leste da Ucrânia. “A violação da Rússia ao direito internacional ao invadir a Crimeia e anexar Donbass, e ao prosseguir apoiando a guerra (no leste da Ucrânia) não nos dá outra opção”, afirmou. "Todos ficarão muito felizes de convidar a Rússia para voltar ao G7 assim que abandone a Crimeia e Donbass, simples assim", acrescentou. Policiais franceses e espanhóis checam veículos na fronteira entre os dois países, na véspera da abertura do G7 em Biarritz, na sexta-feira (23) Reuters/Stephane Mahe Economia global, Irã e desigualdade Segundo assessores de Trump, também a pedido do presidente americano, a economia global foi incluída de última hora na programação e será discutida no domingo, em um dos primeiros encontros oficiais entre os líderes. De acordo com a revista Time, o Fundo Monetário Internacional (FMI) estima que os participantes do G7, juntos, representam 58% da riqueza líquida global, equivalente a US$ 317 trilhões. Trump terá ainda reuniões bilaterais com praticamente todos os participantes da cúpula e os primeiros-ministros convidados, incluindo o britânico Boris Johnson, com quem se encontrará pela primeira vez desde que este assumiu o cargo. As tensas relações dos EUA com o Irã também deverão ser abordadas, especialmente em conversas com Macron, que ainda mantém diálogo com autoridades iranianas e tenta salvar o acordo nuclear entre o país e nações europeias. Oficialmente, o tema central do G7 deste ano é a desigualdade, incluindo as disparidades econômicas e também entre gêneros. Representantes de Burkina Faso, Chile, Egito e África do Sul foram convidados a participar de discussões sobre o tema. Ativistas usando cabeças gigantes representando os líderes do G7 posam como bombeiros para chamar atenção sobre luta contra desigualdade, na véspera da abertura do G7 em Biarritz, na sexta-feira (23) Reuters/Regis Duvignau Protestos Milhares de manifestantes já se concentram perto de Biarritz à espera dos líderes que participarão do G7. Mas, diferente de outras edições do evento, este ano os protestos deverão ser pacíficos, segundo Sebastien Baileul, um porta-voz dos acampados que conversou com a agência France Presse. De qualquer forma, milhares de policiais foram deslocados para pontos de checagem em todos os acessos à cidade litorânea e vistorias estão sendo realizadas também nas praias. Há acampamentos de manifestantes em cidades perto da fronteira entre a França e a Espanha e serviços de inteligência dos dois países estão trabalhando de forma coordenada contra ameaças, segundo o ministro francês do Interior, Christophe Castaner. Mais de 13 mil policiais foram destacados para a segurança em Biarritz e as autoridades estão fechando todo o tráfego aéreo, de trens e estradas até a cidade para a chegada dos participantes. A maior praia local também permanecerá fechada. Initial plugin text
Sat, 24 Aug 2019 03:05:02 -0000
Graciele Lacerda posta 'make' e penteado para prestigiar noivo Zezé Di Camargo em 'Amigos' em Barretos, SP

Jornalista acompanha sertanejo em retorno do projeto na Festa do Peão para show na noite desta sexta-feira (23). Fãs elogiaram beleza e espontaneidade. Initial plugin text A jornalista Graciele Lacerda postou em seu perfil no Instagram a maquiagem e o penteado que escolheu para prestigiar o show do noivo, o sertanejo Zéze Di Camargo, na Festa do Peão de Barretos 2019, na noite desta sexta-feira (23). Zezé Di Camargo, Luciano, Chitãozinho, Xororó e Leonardo se encontram para o show do projeto ‘Amigos’, após 21 anos longe dos palcos de Barretos. A maquiagem simples, com sombra escura marcada e cílios postiços chamam a atenção para os olhos de Graciele. Nada de batom escuro. A jornalista apostou no nude para a boca. O cabelo longo e preto ganhou ondas nas pontas e os brincos em argolas complementaram o look de sucesso. A produção arrancou diversos elogios dos fãs e a postagem ganhou quase 10 mil curtidas em 1 hora. Uma das seguidoras postou: “A beleza dela é espontânea”. Uma outra fã escreveu: “Você é muito perfeita, eu fico babando daqui sua linda”. Em resposta no próprio perfil, Graciele enviou corações e sorrisinhos aos seguidores. Graciele também avisou que postaria momentos do show em sua rede social e que neste sábado (24) publicaria uma foto do look completo escolhido para a grande noite do marido. O show da turnê comemorativa ‘Amigos 20 anos – a história continua” abriu a noite de apresentações no palco Arena, em Barretos. O show é um dos mais esperados da Festa do Peão. Graciele Lacerda posta make e cabelo para show do noivo Zezé Di Camargo, na Festa do Peão de Barretos 2019 Reprodução/Instagram Leia mais notícias da Festa do Peão de Barretos 2019
Sat, 24 Aug 2019 03:02:47 -0000

This page was created in: 0.01 seconds

Copyright 2019 Oscar WiFi

This website or its third-party tools use cookies, which are necessary to its functioning and required to achieve the purposes illustrated in the cookie policy. By closing this banner, scrolling this page, clicking a link or continuing to browse otherwise, you agree to the use of cookies. If you want to know more or withdraw your consent to all or some of the cookies, please refer our Cookie Policy More info